Periódico: Journal of The Brazilian Chemical Society

Título: Potent Antileukemic Action of Naphthoquinoidal Compounds: Evidence for an Intrinsic Death Mechanism based on Oxidative Stress and Inhibition of DNA Repair

Resumo do Trabalho: O presente estudo descreve a acentuada atividade citotóxica da nor-?-lapachona, seus derivados arilamino substituídos, naftoquinonas iodadas e metilada, além de nor-?-lapachonas 1,2,3-triazólicas, contra quatro linhagens de células de leucemia humana (HL-60, K562, Molt-4 e Jurkat). Nor-?-lapachonas arilamino substituídas foram identificadas com potente atividade, revelando-se como potenciais protótipos contra as linhagens tumorais descritas. Estudos utilizando o ensaio cometa evidenciaram danos ao ácido desoxirribonucleico (ADN) causado pelos derivados arilamino substituídos devido o aumento dos níveis intracelulares de espécies reativas de oxigênio (ERO’s). Células de HL-60 foram selecionadas para a continuidade dos estudos de mecanismos moleculares subjacentes e apoptose induzida pelos derivados quinoidais foi observada por análise de citometria de fluxo. Cepas de Saccharomyces cerevisiae foram utilizadas para uma investigação preliminar sobre o mecanismo de ação em topoisomerases de ADN. Os estudos sugerem que, aparentemente, a citotoxidade dos compostos não envolve a inibição de topoisomerases, mas que o tratamento prejudica a atividade de reparação do ADN, provocando assim a morte celular. A capacidade em induzir apoptose e aberrações cromossômicas em fibroblastos de pulmão de hamster chinês (células V79) também foi investigada. Núcleos apoptóticos foram observados e nossos estudos indicam uma correlação entre dano ao ADN e apoptose.

One Response to Novo artigo publicado pelo grupo do prof. Eufrânio Júnior (DQ/UFMG) é capa da edição atual do Journal of The Brazilian Chemical Society (Vol. 24, No. 1, 2013)